Conferências estaduais de Assistência Social

A cada dois anos realiza-se uma Conferência Nacional de Assistência Social, com o objetivo de avaliar a política de assistência social e definir diretrizes para o aprimoramento do SUAS (Sistema Único de Assistência Social).
O processo da Conferência é longo e tem início nos municípios – e, em caso de municípios grandes, há etapas preliminares, que ocorrem nos bairros. Nas conferências municipais são feitas deliberações e eleitos delegados para as conferências estaduais. As conferências estaduais, por sua vez, fazem suas deliberações (algumas a partir daquelas vindas dos municípios e outras de iniciativa própria) e escolhem seus delegados à Conferência Nacional.
A cada edição, a Conferência trata de um tema. A IX Conferência Nacional de Assistência Social, que se realiza em 2013, tem como tema “A Gestão e o Financiamento na efetivação do SUAS”. As discussões ocorrerão em seis eixos: “O cofinanciamento obrigatório da assistência social”; “Gestão do SUAS: vigilância socioassistencial, processo de planejamento, monitoramento e avaliação”; “Gestão do trabalho”; “Gestão dos serviços, programas e projetos”; “Gestão dos benefícios no SUAS”; “Regionalização”. Esses mesmos temas não trabalhados nas etapas municipais, estaduais e nacional da Conferência.
A etapa estadual teve início com a Conferência Estadual de Assistência Social de Mato Grosso, realizada de 02 a 04 de setembro. Realizada pelo Conselho Estadual da Assistência Social (Ceas-MT), com o apoio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, a Conferência Estadual contou com a participação de gestores sociais dos 141 municípios e elegeu os 28 delegados que participarão da etapa nacional da IX Conferência Nacional de Assistência Social, a ser realizada em Brasília/DF, no período de 16 a 19 de dezembro de 2013. O CNAS foi representado por seu membro titular conselheiro Edivaldo da Silva Ramos, que reforçou o papel da Conferência Estadual para efetivação do Sistema Único da Assistência Social. “Nesses dias de Conferência, a nossa tarefa é avaliar tudo aquilo que já foi conquistado ao longo dos anos de luta pela consolidação das políticas de Assistência Social enquanto dever do Estado, fazer os apontamentos necessários para o aprimoramento das políticas socioassistenciais e definir as estratégias para superação dos desafios”.
Entre os dias 3 e 5 de setembro, o Conselho Estadual de Assistência Social de Goiás (CEAS-GO) e a Secretaria de Cidadania e Trabalho (SECT) realizaram a Conferência Estadual de Assistência Social de Goiás. O CNAS foi representado pela conselheira Marisa Rodrigues, que proferiu a conferência magna.
Depois desses, realizaram suas conferências os estados de Alagoas, Amazonas, Rondônia, Pará e Sergipe.
Anúncios