Amapá e Ceará realizam suas conferências estaduais

Encerram hoje, dia 4, as conferências estaduais de Assistência Social dos estados do Amapá e Ceará.

No Amapá, a conferência foi realizada no auditório da Universidade do Estado do Amapá e teve como objetivo analisar, propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do Sistema Único da Assistência Social (Suas), reconhecendo a corresponsabilidade do Estado do Amapá na condução da Política de Assistência Social. A conferência magna foi proferida pelo professor Edval Bernadino Campos, da Universidade Federal do Pará e pelo conselheiro nacional Ademar Bertucci, representante do CNAS.

Ontem, foram realizados seis painéis de discussão que correspondem aos seis eixos da Conferência Nacional que ocorrerá em Brasília entre os dias 16 e 19 de dezembro. São eles: O Cofinanciamento Obrigatório da Assistência Social; Gestão do Suas: Vigilância Socioassistencial, Processos de Planejamento, Monitoramento e Avaliação; Gestão do Trabalho; Gestão dos Serviços, Programa e Projetos; Gestão dos Benefícios no Suas; Regionalização. Além disso, a Conferência fará uma avaliação da política de Assistência Social no Amapá e elegerá os delegados que representarão o estado na Conferência Nacional.

Em Fortaleza, a Conferência Estadual do Ceará, com o tema A Gestão e o Financiamento na Efetivação do SUAS – Sistema Único de Assistência Social, ocorre no Ponta Mar Hotel e propicia o diálogo entre representantes da sociedade civil, dos municípios e do governo Estadual sobre os serviços, programas, projetos e benefícios destinadas à população mais vulnerável social e economicamente.

A Conferência conta com a participação das conselheiras nacionais Valéria Gonelli e Leila Pizzato, esta última vice-presidente do CNAS que participou da solenidade de abertura, junto ao secretário estadual Josbertini Virgínio Clementino e à presidente do CEAS-CE, Simone de Matos Brito Simões.

 

Anúncios