Prêmio Mérito CNAS identifica e homenageia instituições

Prêmio Mérito CNAS identifica e homenageia instituições que se destacam na Assistência Social

Na IX Conferência Nacional de Assistência Social, o CNAS lançou o Mérito CNAS, uma premiação que visa contribuir para dar visibilidade às práticas no campo do controle social do SUAS; disseminar processos organizativos que contribuam para ampliar e qualificar a participação da população na formulação, gestão e controle social da política de Assistência Social; reconhecer e divulgar iniciativas e experiências no campo da democracia participativa e representativa e gerar força institucional ao controle social no âmbito da gestão do SUAS.

Nesta primeira edição, o Mérito CNAS selecionou atuações relevantes e de interesse público para a política de Assistência Social em cinco categorias: Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas); Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS); Usuários do Suas; instituições e/ou representantes do poder legislativo  e instituições e/ou representantes do poder judiciário. A primeira edição foi hors concours,  ou seja,  não houve concurso, os premiados foram escolhidos de acordo com os dados do Cad-SUAS, dentro os critérios estabelecidos para o prêmio.

Os vencedores da 1ª Edição do Mérito CNAS foram o Conselho Estadual de Assistência Social do Ceará, o Conselho Municipal de Assistência Social de Santos, o Movimento Nacional da População de Rua, o deputado estadual André Quintão, da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais e o promotor de justiça Leonardo Dantas Nagashima, do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Nesta primeira edição, o Mérito CNAS homenageou a professora Egli Muniz, uma referência na Assistência Social, que faleceu recentemente. Natural de Bauru, SP, graduou-se e fez mestrado e doutorado em Serviço Social, com foco na gestão da Política de Assistência Social.  Foi Secretária Municipal de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Bauru e consultora da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS) do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para a formulação da Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais e na Gestão do Trabalho e Educação Permanente do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). No CNAS, a professora Egli Muniz foi uma colaboradora compromissada e atuante.

Anúncios