As reuniões do CNAS

O CNAS realiza, uma vez por mês, suas reuniões ordinárias, convocadas por seu presidente com, pelo menos, 13 dias de antecedência e atendendo ao calendário estabelecido no ano anterior. A cada ano, um mínimo de duas e um máximo de quatro das reuniões ordinárias deverão ter caráter descentralizado e ampliado. Essas reuniões descentralizadas e ampliadas ocorrem fora da sede do CNAS, normalmente em outra cidade, e contam com a participação de conselhos de Assistência Social, representantes locais dos três poderes e da sociedade.

Além dessas, o CNAS realiza, ainda, as reuniões regionais e as reuniões trimestrais. As reuniões regionais são encontros entre o CNAS e os conselhos estaduais e do DF com o objetivo de discutir questões afetas ao controle social do SUAS, atendendo às especificidades de cada região do país. A proposta é a realização de duas reuniões regionais por ano em cada uma das cinco regiões do país.

As reuniões trimestrais, normalmente, são realizadas em dia imediatamente subsequente a uma reunião ordinária e consistem em um grande encontro entre o CNAS e representantes de todos os conselhos estaduais e o conselho do DF.

Este ano, a reunião ordinária do mês de março ocorrerá na primeira semana após o carnaval. Na segunda-feira, dia 10, haverá as reuniões das comissões e nos dois dias seguintes, a reunião do Pleno. No dia 13 de março será feita a reunião trimestral, para a qual foram convidados dois membros de cada um dos conselhos estaduais (e do DF) de todo o Brasil: um conselheiro governamental e um conselheiro representante da sociedade civil. Nesta reunião deverá ser feita uma avaliação das conferências estaduais de Assistência Social, realizadas em 2013.

Anúncios