CNAS elabora Caderno de Orientações sobre eleições para representantes da sociedade civil

O CNAS elaborou um Caderno de Orientações com informações sobre o processo eleitoral dos representantes da sociedade civil nos conselhos de Assistência Social.  A ideia é contribuir para o processo de eleição da sociedade civil e que seja dada unidade nesse processo de escolha , sem negar as particularidades regionais.

O Caderno explica, com detalhes, como deve ser feita a eleição dos representantes da sociedade civil nos conselhos, além de apresentar conceitos básicos, detalhar procedimentos necessários para a realização do processo e reunir documentos e instrumentos norteadores.

CARTILHA ORIENTACOES PDF
capa cnas logo branca linhs fortes

Com a clareza de que a política de Assistência Social deve ser voltada aos interesses da população que necessita de proteção social, o CNAS defende que participem dos conselhos representantes identificados com os interesses da população usuária do Sistema, e que esses tenham participação qualificada nos debates ali travados.

Em sua apresentação, o caderno explica que “trata, ainda, de elementos importantes sobre o necessário protagonismo dos(as) usuários(as) da assistência social na implementação e controle social dessa política, assim como as representações, também importantes, dos(as) trabalhadores(as) e das entidades de assistência social no controle social do SUAS”.

A Comissão de Acompanhamento a Conselhos coordenou este processo de elaboração e debate.

Anúncios