Manifestação CNAS – Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Manifestação CNAS – Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

O Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS vem a público se manifestar a respeito das importantes datas que são o dia 03 de dezembro  que é o Dia Internacional Das Pessoas com Deficiência  e o dia 13 de dezembro onde comemora-se o Dia Nacional do Cego.

Recentemente, dia 03 de dezembro comemorou-se o dia Internacional das Pessoas com Deficiência, celebrado pelas Nações Unidades desde 1998 visando fomentar uma maior compreensão do assunto relacionado a deficiência e ainda mobilizar a defesa da igualdade, dos direitos e o bem estar das pessoas.

O dia 13 foi  criado em decorrência da necessidade de incentivar o princípio da solidariedade humana, mundialmente estabelecido no Princípio da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que preserva o direito fundamental da igualdade e solidariedade entre todos dentro da mesma sociedade, sem discriminação e distinção a qualquer nível.

As personagens de  Maurício de Sousa habitam o imaginário de muitas gerações no Brasil. A protagonista Mônica, hoje com 50 anos, sempre ajudou crianças e jovens a lidarem com críticas e brincadeiras infantis. Após alguns anos, o desenhista avaliou que era um contra-senso não ter entre seus personagens as crianças com deficiência. Foi, então, que surgiram gradativamente os personagens Humberto (surdo), Dorinha (cega), Luca (cadeirante), Tati (síndrome de Down) e mais recente, o André (autista). “Sempre quisemos fazer o desenho muito próximo a realidade da vida e todos nós tivemos amiguinhos com algum tipo de deficiência”, defendeu o cartunista, que diz ter se inspirado nos atletas paralímpicos na hora da criação. Ele ainda afirmou que “a pessoa com deficiência  estimulada se torna supereficiente”.

Nossa homenagem, reconhecimento e respeito a todas as pessoas com deficiência usuários ou não da assistência social, em comemoração a estas importantes datas.

Plenário do Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS

Brasília, 17 dezembro de 2014

Anúncios