Uma data histórica para o Sistema Único da Assistência Social

Uma data histórica para o Sistema Único da Assistência Social

Nesta terça feira (02/06) foi inaugurada a primeira escola de Assistência Social do Brasil, denominada escola do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) “Mariluce Bittar, localizada em Campo Grande no estado do Mato Grosso do Sul (MS). O nome da escola homenageia a Professora Mariluce Bittar, que faleceu em 2014, uma expoente na luta pela consolidação da Política de Assistência Social, ela foi Assistente social e doutora em educação, também foi professora do curso de serviço social da Universidade Católica Dom Bosco de MS.

A escola fica localizada no bairro Guanandi possui auditório com capacidade para 300 pessoas, um outro com menor dimensão, salas, biblioteca e laboratório de informática, onde serão realizadas atividades de capacitação para os trabalhadores, gestores, usuários e outros eventos voltados ao público da Assistência.

A inauguração contou com a presença do Governador Reinaldo Azambuja, a Vice-Governadora e Secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Rosiane Modesto de Oliveira, do Prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, a Secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro, o Secretário Nacional de Renda de Cidadania, Helmut Schwarzer, o Presidente do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), Edivaldo Ramos, dentre outros representantes de gestores, trabalhadores, entidades, conselheiros e  Poder Legislativo.

Estiveram presentes na inauguração a mãe, os dois filhos e a irmã de Mariluce Bittar, Marilene, que falou em nome da família, e muito emocionada, afirmou que o desejo da irmã, seguramente, “era de que a Escola do SUAS/MS transformasse a vida dos cidadãos por meio da promoção da participação e a disseminação do conhecimento.”

Ieda Castro reforçou que para o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate á Fome (MDS) ter uma escola com a identidade do SUAS é muito importante, desejando que essa primeira escola seja referência para outros estados do Brasil.  Reafirmou que a capacitação é essencial no processo de fortalecimento da assistência social: “Vamos qualificar os serviços, humanizar o atendimento aos usuários do SUAS: dever do Estado, direito do cidadão.”

Após a inauguração do espaço, no mesmo local, teve início a realização da Reunião Regional do CNAS com os Conselhos Estaduais de Assistência Social, com duração de dois dias, com a realização de oficinas sobre o controle social em relação ao mecanismo de mobilização para participação dos usuários, trabalhadores e entidades do SUAS e o processo de interação entre conselho e gestão local, bem como o fortalecimento e aperfeiçoamento das competências, estrutura e orçamento.

Anúncios