Conferência Nacional de Assistência Social tem início nesta segunda, em Brasília

 Começa na próxima segunda-feira, dia 16, a IX Conferência Nacional de Assistência Social, que reunirá 2.800 participantes vindos de todo o Brasil para analisar, propor e deliberar as diretrizes para gestão e financiamento do Sistema Único da Assistência Social. A Conferência se realizará no Centro de Convenções Ulisses Guimarães e prosseguirá até o dia 19. A abertura, no dia 16, será às 18h.

Dentre os participantes, 2.000 são delegados, a maioria escolhidos em conferências estaduais, que foram realizadas em todos os estados do Brasil e também no DF. Há, entre os delegados, composição paritária, ou seja: metade deles representam o governo, em uma de suas três esferas (municipal, estadual ou federal) e outra metade é de representantes da sociedade civil: usuários, trabalhadores ou entidades que prestam serviços socioassistenciais. Como a Conferência tem caráter deliberativo, o grande destaque desta conferência nacional é a possibilidade real de a sociedade definir os rumos que a Política de Assistência Social deverá tomar.

O tema central da conferência é “A Gestão e o Financiamento na efetivação do SUAS” e ele será discutido em seis eixos temáticos: (Eixo 1) O cofinanciamento obrigatório da assistência social; (Eixo 2) A Gestão do SUAS: Vigilância Socioassistencial, processos de planejamento, monitoramento e avaliação; (Eixo 3) A Gestão do Trabalho; (Eixo 4) A Gestão dos Serviços, Programas e Projetos; (Eixo 5) A Gestão dos Benefícios no SUAS e (Eixo 6)A Regionalização.

A Conferência Nacional de Assistência Social ocorre a cada dois anos. A etapa nacional é a finalização de um processo iniciado nos municípios. Este ano, 97% dos municípios brasileiros realizaram suas conferências municipais, avaliando o sistema de assistência social em sua localidade e produzindo deliberações a serem cumpridas. O processo envolveu mais de 1.500.000 participantes.

Anúncios