Mesas Temáticas Simultâneas – Mesa 2

Mesa 2: O Estado democrático de Direito: Gestão e Pacto Federativo no SUAS
Palestrantes: Patrus Ananias, Valdiosmar Vieira (CONGEMAS) e Daniela Seidel
Coordenação: Conselheiros Dóris Margareth (UBM) e Idervânio da Silva Costa (MPOG)P1030154

O texto da Constituição Federal de 1988 foi o ponto de partida para uma trajetória contínua de avanços na área de Assistência Social. As conquistas do setor, a organização e gestão do trabalho, a participação social e os desafios para os próximos anos foram temas de mesas de debate nesta terça-feira, durante a 9ª Conferência Nacional de Assistência Social. Cerca de 3 mil participantes estão reunidos até quinta-feira (19), em Brasília, para debater a gestão e o financiamento do Sistema Único de Assistência Social (Suas). A Conferência é promovida pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), com apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

O ex-ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, lembrou que os princípios constitucionais foram e ainda são o maior instrumento norteador da política social no Brasil. “A Constituição deixou claro o compromisso de combate à pobreza no país. E foi fundamental na luta contra aqueles que não queriam implementar o programa Bolsa Família”, contou o ex-ministro. Patrus Ananias foi um dos palestrantes da mesa O Estado Democrático de Direito: Gestão e Pacto Federativo do Suas. O ex-ministro defendeu ainda que o país deve buscar maior efetividade na garantia da assistência social para a população mais necessitada. “Devemos ter um Estado democrático forte, que garanta que todas as pessoas tenham acesso a serviços públicos de qualidade e oportunidades iguais”, finalizou.

(Com Ascom/MDS)

Anúncios